• 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Prev Next

O MINISTÉRIO DE TURISMO CAPACITOU 330 AGENTES DE V…

330 agentes de viagens, operadores turísticos e jornalistas participaram do seminário on line “Ecuador: Tierra del Chocolate”.  O seminário foi ministrado por especialistas contratados pelo Ministério de Turismo do Equador. 

Evento de Prestação de Contas

Em 24 de novembro, o Ministério de Turismo realizou em presença das principais operadoras turísticas do Equador seu evento de Prestação de Contas, que contou com a presença de Dominic Hamilton, Vice-Ministro de Promoção Turística.

Jack Hanna, apresentador do programa “Into the Wil…

O famoso apresentador de televisão estadunidense, destacado por seu trabalho com os animais ao redor do mundo, visitou o Equador desde 4 de novembro, durante 18 dias.

INFOMÉRICA REALIZOU UMA ENTREVISTA COM DOMINIC HAM…

O site Notimérica, editado pela Europa Press, realizou uma entrevista com o Vice-ministro de Promoção Turística do Equador, Dominic Hamilton.

TURISMO SUSTENTÁVEL: CONSERVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO…

Equilíbrio é o termo que engloba as principais características do turismo sustentável. Em nível mundial este segmento de turismo está no auge, devido às fortes pressões que as atividades humanas, como o turismo, exercem sobre os ecossistemas e as comunidades. O Equador, ao ser um país que alberga maravilhosas riquezas...

O sistema viário andino Inca, QhapaqÑan, foi declarado Patrimônio Mundial da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação e a Cultura (UNESCO) no último 22 de junho.

QhapacÑan significa em quíchua Grande Caminho ou Caminho Real e, com 6000 km de extensão, engloba seis países sul-americanos: Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador e Peru. No Equador são reconhecidos 108 km desta antiga via, os quais incluem 49 sítios arqueológicos vinculados a 31 comunidades. 

Esta rota desenhada e construída durante o Império Inca do Tawuantinsuyu e que ligava todo o Império, atravessa o Equador desde Rumichaca, província de Carchi, no norte, até Espíndola, província de Loja, no sul. Está dividido em 22 seções ou subtrechos e, adicionalmente, há estradas transversais que ligam os Andes com a Amazônia e o litoral equatoriano.

Para o Ministério de Turismo do Equador o valor deste reconhecimento é excepcional e engloba “toda a tradição, história e identidades dos povos e das diferentes comunidades”. O Equador está elaborando um modelo de gestão interinstitucional para o manejo e desenvolvimento de projetos que potencializarão os trechos do QhapaqÑan no país e, assim, aumentará o turismo nacional e internacional.

Share this post

Submit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to StumbleuponSubmit to TechnoratiSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn