A República do Equador está localizada na América do Sul e limita ao norte com a natureza, seu clima e geografia: as Ilhas Galápagos, o Litoral do Pacífico, os Andes e a Amazônia, por isso denominado o país dos Quatro Mundos.
O Equador inicialmente denominado Real Audiencia de Quito, formou parte da Gran Colombia com a Venezuela e a Colômbia. Seu nome foi adotado oficialmente na Primeira Constituinte realizada em 14 de agosto de 1830, um pouco depois da separação da mesma.

Como antecedente, um dos fatos históricos que influíram para escolher o nome do país foram os textos difundidos na obra “Noticias Secretas de América”, publicada por Antonio de Ulloa e Jorge Juan, membros da Missão Geodésica francesa integrada ademais pelos sábios La Condamine, Bouguer, Godín e Seniergues, que estiveram no país em 1736 para pesquisar e medir o arco do meridiano terrestre e se referiram a esta zona como “Las Tierra del Ecuador”, tacitamente omitindo o nome até então conhecido como Presidencia ou Real Audiencia de Quito.

O nome do Equador, portanto, procede do fato de que esta parte do mundo está atravessada pela linha equatorial imaginária que divide o planeta em duas partes iguais, chamadas hemisfério norte e hemisfério sul.

O Equador vem do latim aequator (o que iguala), marca a metade do mundo, aspecto que historicamente produziu confusões em sua origem, localização e identidade. Contudo, estes problemas foram superados através dos anos. O Equador escreve sua história com nome próprio, presença, identidade, influência, cultura, turismo, política e uma população empreendedora com amplo reconhecimento no mundo.

A latitude do Equador é 0. O sol é elevado ao meio-dia durante a época do equinócio. O Equador tem uma grande luminosidade, contudo e graças a sua pródiga natureza não é um país eminentemente tropical.  A Amazônia é cálida, úmida e chuvosa; os Andes experimentam temperaturas frias devido a seus distintos níveis ecológicos, tem no topo de suas montanhas temperaturas glaciais até chegar as cidades, vales e mesetas com climas cálidos; o Litoral do Pacífico é tropical como as Ilhas Galápagos, excetuando, nesta última,  suas partes altas que são relativamente frias (ao redor de 10 graus centígrados).

No Equador, por sua estrutura geográfica e localização, não há estações claramente definidas como em outros lugares do mundo. Em geral, em grande parte do território pode se falar da presença de um clima primaveril todo o ano. Sua temperatura se situa entre X°C e X°C.  A biodiversidade de temperaturas e alturas fazem deste país um dos megadiversos do mundo. Sua luminosidade contribui para a produção da mais ampla variedade de flores de intensas cores e seu crescimento e desenvolvimento são efetuados em ciclos mais curtos e, por isso, a flor equatoriana é uma das mais apetecidas no mundo.

No norte de Quito, a 15 quilômetros, na paróquia San Antonio, está edificado o monumento à Metade do Mundo. Graficamente, estão definidos os paralelos e os visitantes podem situar uma extremidade de seu corpo no hemisfério norte e a outra no sul. Uma das surpresas é que ao visitá-lo não há a presença de sombra, devido à verticalidade dos raios solares.
A pressão atmosférica no Equador é menor porque a densidade do ar varia de acordo com a altura em que se encontra o território.  Por isso, há a crença não sustentada cientificamente de que na metade do mundo os corpos pesam menos, devido a que a densidade da pressão atmosférica influi diretamente na gravidade dos corpos ou da massa, em geral.

Estes aspectos são uma atração especial para o turista que visita o Equador. Um itinerário obrigatório e muito solicitado é visitar o monumento e cidade Metade do Mundo. Entre as curiosidades que podem ser observadas e que sustentam os temas tratados é quando o visitante pode ser parte dos experimentos que se realizam, por exemplo, ao se pesar em uma balança seu peso é menor, mas não significa que “perdeu peso”, contudo não deixa de ser uma grata ilusão. Também quando se faz a demonstração de certos produtos que podem se sustentar em forma vertical sem que a gravidade os obrigue a cair de um ou outro lado, como por exemplo, um ovo.

O Equador, país dos quatro mundos, onde tudo está em um mesmo lugar. Em poucas horas e em distâncias muito curtas se experimentam todos os climas e sua fauna e flora são extremamente variadas. Um país moderno com os serviços e oportunidades que o turista mais exigente demanda e ao que acompanha sua grande riqueza cultural e histórica.  A conservação é uma política impregnada em seu povo e nas políticas de Estado, fatos reconhecidos e cada vez mais difundidos graças aos prêmios que ano a ano ostenta e fundamentalmente à gestão que realizam as autoridades do setor, os meios especializados e as empresas de turismo que apresentam este destino como a opção do turista.

Share this post

Submit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to StumbleuponSubmit to TechnoratiSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn