Guía de barras de chocolate

O prazer de saborear um chocolate é irresistível. Seu aroma seduz e seu sabor arrebata. Um pedaço deste manjar na língua pode alvoroçar os sentidos e, inclusive, sacudir toda uma população, tal como aconteceu no filme francês “Chocolate”: uma descendente maia abre uma loja em um povoado conservador e em plena época de quaresma; seus habitantes são capazes de sacrificar o jejum e perder a cabeça por um pouco de seu chocolate predileto.

 

No Equador, há alguns anos, surgiu uma diversidade de barras de chocolate que aproveita o cacau que cresce no país. Há variedades para todos os paladares: sabores amargos, frutados ou doces. 
 


A seguir, apresentamos um guia das principais barras equatorianas. 




 

PACARI

É uma das mais famosas marcas de chocolate do mundo. Parte de seus produtos é elaborada com o cacau orgânico da comunidade de Santa Rita, Napo. Esta marca organiza degustações de chocolate para saborear suas variedades. Oferece chocolate puro e também o combinado com capimsanto, erva-cidreira, sal grosso, pimenta, pétalas de rosa, entre outros.
 
Reconhecimentos: Conta com 107 prêmios nacionais e internacionais; entre os mais destacados, obteve a medalha de ouro no International Chocolate Awards, de 2012 a 2015.

CAONI

 
 
Conta com chocolates pretos e com leite. Os primeiros, com 55% e 77% de cacau, classificam-se pela província de origem da matéria-prima: Manabí (equilibrado, nem amargo nem azedo), Los Ríos (intenso desde a primeira mordida) e Esmeraldas (picante e floral). Sua linha de barras com leite tem opções como: café, maracujá, ao leite e macadâmia.
 
Reconhecimentos: A barra Esmeraldas 77% recebeu o prêmio “La Gran Barra Dorada” do concurso Ecuador Chocolate Awards.

KALLARI

 
 
Produzido com o cacau cultivado pelas famílias nativas da Província do Napo, na Amazônia. Esta barra se encontra nas lojas de chocolates do mundo desde 2008. Oferece duas linhas de chocolates: Gourmet, de 70%, 75% e 85% de cacau; e Artesanal, que tem 10 variedades que intensificam sua potência de 60% a 85% de cacau.
 
Reconhecimentos: A revista Forbes posicionou a Kallari no primeiro lugar das melhores barras do mundo. Ganhou três medalhas de prata no Los Angeles Luxury Chocolate Salon.

REPÚBLICA DEL CACAO

 
Nas caixas que contêm o chocolate é possível ler a história do Cacao Arriba. Estas barras são produzidas com matéria-prima das províncias de Los Ríos, El Oro e Manabí, e são conhecidas por incorporar ingredientes exóticos. República del Cacao possui lojas especializadas em países como o Peru, a Colômbia e, logicamente, o Equador.
 
Reconhecimentos: Recebeu prêmios no Equador Chocolate Awards. O portal GAYOT.COM, de produtos gourmet, também a citou como uma das 10 melhores barras de chocolate do mundo. 
 

HOJA VERDE

Oferece barras de chocolate preto elaborado com cacau fino de aroma. A mais pura e potente de suas barras contém 100% de cacau. Também há opções para aqueles que preferem um chocolate menos amargo, com porcentagens mínimas de 58%.
 
Reconhecimentos: Ganhou diversas medalhas no Ecuador Chocolate Awards. O website alemão chlt.net, especializado em chocolates, posicionou-o como um dos melhores chocolates do mundo
 

VALDIVIAN

Inspirada na cultura Valdivia, esta barra de chocolate escuro é elaborada com cacau fino de aroma. Cada tablete de chocolate representa uma estátua da Vênus de Valdivia. Oferece barras de diversas porcentagens de cacau orgânico.
 
Reconhecimentos: Foi condecorada com a “Barra de Prata” no Ecuador Chocolate Awards.

EL SALINERITO

 
Esta é uma empresa comunitária de empreendedores de Salinas, Guaranda, cujo impulso inicial foi dado pelo Padre Antonio Polo, sacerdote e educador salesiano nascido na Itália. Produz chocolates recheados de pájaro azul, uma bebida típica da região. Também fabricam trufas, chocolate fondant 75% de cacau, barras com amendoim e outros produtos.

MASHPI

Esta barra de chocolate é produzida com cacau orgânico, que cresce em áreas onde anteriormente havia bosques destruídos. Trata-se de um produto artesanal elaborado na chácara agroecológica Mashpi, localizada a 500 metros sobre o nível do mar, aos pés da cordilheira andina. Oferece barras de diversas porcentagens de cacau, combinadas com frutas exóticas.

Share this post

Submit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to StumbleuponSubmit to TechnoratiSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn